logo
Sejam bem vindos ao Jamie Dornan Brasil, sua principal fonte de notícias sobre o ator Jamie Dornan – mais conhecido pel oseu papel de Grey, em Cinquenta Tons de Cinza – no país. Aqui você encontrara informações sobre seus últimos projetos, entrevistas traduzidos, uma galeria refleta de fotos e muito mais. Não somos o Jamie e não possuímos qualquer contato com o mesmo. Não temos contato com seu agente, amigos ou familiares. Site de fãs para fãs, sem fins lucrativos. Todo o conteúdo encontrato neste site pertence ao JDBR até que seja mostrado ao contrário. Aproveite todo o conteudo disponível e volte sempre!

Em recente entrevista à revista Variety, Jamie falou sobre as críticas que recebeu por Cinquenta Tons, seu mais novo filme ‘Wild Mountain Thyme‘, projetos futuros e sua família.

Jamie Dornan estava em lockdown com a sua família quando recebeu uma carta de uma fã que era mais do que um pouco assustadora. A estrela dos filmes de Cinquenta Tons de Cinza recebeu “uma colagem de fotos de uma criança”, com uma nota sobre seu papel mais famoso.

“Alguém dizendo que era meu filho, e que minha esposa deveria saber que tenho um filho de 7 anos”, disse Dornan, de 38 anos, durante uma chamada no Zoom. Ele franze o cenho para absorver a esquisitice dessa alegação. “Acho que eles estavam tentando dizer que a criança era minha com a Dakota Johnson, e tivemos esse bebê enquanto fazíamos o primeiro filme de Cinquenta Tons, diz Dornan. “Digamos que isso despertou nosso interesse. Foi um pouquinho assustador.”

Jamie aprendeu tudo sobre coisas estranhas quando interpretou Christian Grey, o empresário sexualmente aventureiro baseado nos livros de E.L. James que se tornaram um fenômeno cultural. O primeiro filme Cinquenta Tons de Cinza, lançado em 2015, transformou Dornan de um ator (mais conhecido pela série de TV da BBC The Fall, em que interpretou um serial killer) em uma estrela de cinema. Em seguida, vieram duas sequências, concluídas em 2018 com o extravagante Cinquenta Tons de Liberdade, ambientado nos dias de recém-casados do relacionamento de Christian e Anastasia. As críticas sarcásticas não impediram os fãs de irem aos cinemas: no geral, a trilogia arrecadou $1,3 bilhão de dólares na bilheteria mundial para Universal Pictures.

Desde então, Dornan deu uma giro em sua carreira. Além de um papel de coadjuvante em Robin Hood em 2018, o ator irlandês não ficou em torno de grandes materiais (trabalhos) de estúdios. “Eu amo a energia de filmes independentes”, diz Dornan. “Eu amo esse tipo de energia extravasada, brincadeiras, correr-para-finalizar-suas-falas todos os dias, e você pode tomar liberdades e todos estão juntos nisso.” Ele aprecia especialmente o companheirismo com a equipe em um pequeno set. “Ninguém está recebendo (salários altos) que custumam receber e temos que fazer isso funcionar”, diz ele. “Mostra o que há de melhor nas pessoas.


Dois anos atrás, Dornan recebeu críticas brillhantes por A Private War, interpretando o fotógrafo da vida real Paul Conroy, correspondente de guerra de Marie Colvie, interpretada por Rosamund Pike. Seus outros papéis recentes foram uma série de personagens: o jornalista Danny Tate no filme da HBO My Dinner With Hervé, um escritor na semi-improvisação de Drake Doremus Endings, Beginnings e um paramédico em Synchronic, thriller de ficção científica agora em VOD (vídeo sob demanda online).

Dornan parece estar no mesmo caminho percorrido por Robert Pattinson e Kristen Stewart, que experimentaram indies após o enorme sucesso de Twilight (no qual Fifty Shades é vagamente baseado) antes de finalmente retornar aos filmes convencionais. “Rob é um amigo meu, e não tenho nada além de respeito por ele a maneira como ele fez aquilo, arrasando em um filme de David Cronenberg (Cosmopolis) e fazendo todas essas coisas realmente obscuras”, diz Dornan, embora esteja aberto a retornar aos sucessos de bilheteria no futuro: “Se houver uma oportunidade de mostrar o que posso fazer em um mundo diferente, em uma franquia que tem um público diferente de ‘Fifty Shades’, então eu seria louco se não considerasse isso.”

A primeira estreia de verdade de Dornan em uma comédia, Barb e Star Go to Vista Del Mar, deveria acontecer nos cinemas no verão passado, mas a Lionsgate adiou até julho de 2021 devido ao COVID-19. Na comédia, Jamie muda de forma (pense em Jon Hamm em Bridesmaids) para retratar um misterioso hóspede do hotel que se envolve com melhores amigas de férias Kristen Wiig e Annie Mumolo. “Essas duas juntas têm uma força inacreditável”, diz Dornan, que filmou em Cancun, no México. “Eu queria fazer comédia por um tempo. E então eu fiz ‘The Fall’ e interpretei um psicopata, e você não está na lista das pessoas para a comédia se interpretou um personagem como esse.”

Por enquanto, o lado mais leve de Dornan pode ser visto na história de amor Wild Mountain Thyme, que estreia nos cinemas e plataformas digitais em 11 de dezembro. “É como uma injeção de alegria nas veias”, diz Dornan.

O lançamento da Bleecker Street é baseado em uma peça que o diretor John Patrick Shanley escreveu sobre sua própria família irlandesa. O personagem de Dornan, Anthony, é um filho esquisito que não retribui os flertes de sua vizinha, obviamente perfeita para ele, Rosemary (Emily Blunt). Enquanto isso, seu pai, Tony (Christopher Walken), ameaça deixar a fazenda da família para um sobrinho americano (Jon Hamm).

John Shanley ofereceu o papel a Jamie sem pedir uma audição. “Comecei do ponto de vista ‘Eu quero um protagonista romântico, sombrio e de poucas palavras’”, diz Shanley. “Ao observar a variedade de atores internacionais britânicos, não consegui encontrar ninguém que se encaixasse tão bem quanto Jamie.” Shanley ri antes de acrescentar: “Ele já é meio que considerado como estando conectado com o romance – talvez mais tenebroso do que eu ia fazer”.

O filme, que custou 5,5 milhões de dólares, levou mais de dois anos para ser financiado. Parece uma volta no tempo aos indies leves e alegres dos anos 90, que vendiam ingressos boa parte pelo boca a boca. Quanto à noção de que o público veria o filme em um cinema agora, Shanley aconselha cautela: “Quero que todos estejam bem. Acho que estamos prestes a entrar em um pesadelo de banho de sangue absoluto em nível nacional. Você não deve assistí-lo olhando por cima do ombro, perguntando: ‘Estou contraindo uma doença grave para ver o filme?’”

Wild Mountain Thyme, diz ele, dá para se assistir maravilhosamente bem em uma TV de tela grande. O filme, é uma carta de amor à Irlanda, foi filmado durante cinco semanas na pequena cidade de Ballina, no oeste do país, onde os moradores colocaram pôsteres de boas-vindas ao elenco. “O que é interessante em filmar na Irlanda rural, onde estávamos, é como se estivéssemos em outra época”, diz Dornan. “É sobre as coisas simples e viver fora dessa fazenda, e isso é o foco principal do seu dia.”

Tanto Dornan quanto Blunt trabalharam com o treinador de dialeto Brendan Gunn, ouvindo áudios de pessoas da região. Jamie, que cresceu em Belfast, queria soar menos metropolitano, e é por isso que ele não fala com sua voz normal. Embora alguns no Twitter tenham ridicularizado os sotaques no trailer, Shanley diz que se os personagens soassem exatamente como seus parentes falavam, ninguém os entenderia. “É preciso tornar o sotaque mais acessível a um público global”, diz ele.

Enquanto eles se preparavam nos ensaios, Emily Blunt se sentiu conectada com a abordagem de Jamie para o personagem. “Havia uma verdadeira essência de Jamie e eu sermos almas gêmeas”, diz Blunt. “E eu acabei descobrindo que ele é totalmente charmoso nesse papel e tão disposto a parecer bobo, ser bobo e estar incrivelmente desconfortável em sua própria pele. Acho que todas essas qualidades são tão tocantes nesse personagem do Anthony.”

Jamie diz que Anthony permitiu que ele explorasse uma parte de si mesmo que não havia canalizado na tela antes. “Vamos ser honestos: Anthony provavelmente está no espectro (autismo) de alguma forma”, diz Dornan. “Ele é diferente de qualquer pessoa que eu já interprerei, mas ele tem inseguranças, estranhezas e peculiaridades que eu senti que definitivamente faziam parte de mim. Adorei a oportunidade de mostrar isso e realmente aumentar, valorizar e explorar minha própria estranheza, coisa que tenho bastante.”

Vivendo em uma fazenda no interior da Inglaterra com sua esposa, Amelia Warner (que compôs a música de Wild Mountain Thyme), suas três filhas (todas com menos de 7 anos) e uma variedade de animais: “um cavalo, cinco galinhas, três cabras, um cachorro e um gato”, afirma. “Enquanto olho para você, eu olho para duas de minhas cabras. E a luz está diminuindo, e elas estão olhando para mim como se eu fosse alimentá-las mais. Mas sim, estou a um milhão de quilômetros do letreiro de Hollywood.”

Jamie nunca adotou realmente o estilo de vida de uma estrela de cinema, a noção de se sentir confortável com os holofotes ou de tentar bater papo com estranhos em uma festa da indústria. “Acho que muitos de nós ocultamos aspectos de nós mesmos, especialmente em Hollywood, e como essas interações são forçadas”, diz Dornan. “É um show, e todos estão se mostrando e tentando dar sua melhor versão de si mesmos, e você está tentando mostrar a todos o sucesso o tempo todo. É meio exaustivo.”

Ele é cuidadoso ao falar sobre Cinquenta Tons de Cinza . Ele respeita a franquia que o tornou uma estrela, embora reconheça que os filmes não eram para todos. “Quero tentar fazer o máximo de trabalho possível, um trabalho diversificado e interessante”, diz ele. “Provavelmente, sou mais famoso por uma franquia de sucesso monstruoso que não foi muito apreciada. É uma coisa estranha entrar nesses filmes sabendo que você vai estar em uma franquia que provavelmente vai ganhar muito dinheiro e terá uma crítica negativa, porque aqueles livros ganharam muito dinheiro e foram realmente avaliados negativamente.”

Embora Jamie diga que geralmente não lê reviews sobre ele mesmo, ele não se conteve em 2015. “Passei por uma fase ruim com ‘Cinquenta Tons’ de ler algumas críticas realmente ruins, mas acabei as achando engraçadas e me deixei levar ”, diz ele. “Uma delas era ‘Jamie Dornan tem o carisma de um mingau de aveia’, que – para algumas pessoas que gostam de mingau de aveia, eu achei que foi um pouco rude. Lembro que isso ficou comigo, e também não discordo totalmente disso.”

Quando ele se aposentou do famoso Quarto Vermelho de Christian, “Eu estava pronto para seguir em frente com este capítulo louco da minha vida”, admite Dornan. “Não importa quem eu interpretei, eu acho que não gostaria de interpretar um personagem em muitas, muitas sequencias de filmes. Acho que me tornaria muito entediado com isso.”

Quando ele conta como conheceu sua esposa, ele soa menos como Christian e mais como Anthony de Wild Mountain Thyme. Dornan alcançou sucesso como modelo em seus 20 e poucos anos, e então conseguiu seu primeiro papel no cinema em Maria Antonieta de Sofia Coppola, que o levou a ser descrito no The New York Times com a manchete de “The Golden Torso“ (O Torso de Ouro). Relembra Dornan: “Eu pensei,‘ Que porra é essa? ’E ainda penso ‘Que porra é essa?’, 14 anos depois. Eu nunca entendi muito bem o que significava.”

Como ele continuou a seguir a carreira de ator, ele morou em Los Angeles, fazendo testes para a temporada de séries pilotos. Uma noite em 2010, junto com seu amigo Eddie Redmayne, ele se viu em um bar de karaokê em Koreatown, onde ouviu o nome de Amelia – ela era uma atriz que ele havia esbarrado antes. “Alguém com quem eu estava cantando karaokê disse que ela estava em uma festa em Hollywood Hills, e se eu queria ir? E eu larguei a porra do microfone e corri para Hollywood Hills.”

Ele soube imediatamente que se casaria com ela. “Eu estava apenas conversando com ela e pensei, sim. É isso. E sim, foi uma coisa muito estranha.” Ambos descobriram que iriam para Londres no dia seguinte e – como o destino queria – que estavam com reserva para o mesmo vôo. “Sentamos lado a lado no avião”, diz Dornan, que atribui seu sucesso profissional ao fato de ter se apaixonado. “Comecei a me preocupar com o trabalho de verdade”, diz ele. “E um ano depois de conhecer minha esposa, fiz The Fall e minha vida mudou para sempre. Comecei a levar isso muito mais a sério, e tudo graças a ela.”

Jamie tem estado ocupado durante esse período de quarentena. Ele escreveu seu primeiro roteiro com um amigo, sobre o qual tem o cuidado de não compartilhar muitos detalhes. “Estou envolvido nisso”, diz ele. “Mas eu não serei a estrela nele (projeto). Aqui para torcida para que consigamos.”

Ele também terminou recentemente o filme autobiográfico do ano de 1960 de Kenneth Branagh, Belfast, que foi gravado na Irlanda e na Inglaterra sob os protocolos de cuidado do COVID-19. “Nos primeiros dias, eu pensei, ‘Que loucura. Eu ainda não vi o rosto de Kenneth Branagh. São máscaras, e é estranho, mas depois é incrível como você se adapta rapidamente.” Em sua carreira, Jamie Dornan está mostrando exatamente como fazer isso.

Fonte: Variety, publicado em Novembro 2020.
https://variety.com/2020/film/features/jamie-dornan-wild-mountain-thyme-1234839296/

Notícia postado por Bruna Fernandes
error: Content is protected !!