Há mais de 08 anos sendo sua maior e melhor fonte sobre Jamie Dornan na América Latina
Jamie Dornan para a Empire Magazine
19
09
21
postado por JDBR

Na casa de infância de Jamie Dornan, no subúrbio de Belfast, você sempre viu uma foto em um lugar de destaque: uma imagem de Kenneth Branagh. “Meu pai foi médico no Royal Victoria Hospital em West Belfast ao longo de sua carreira”, explica o ator. “Havia uma foto que estava sempre em nossa casa de Ken, meu pai e outros cinco ou seis médicos, cortando uma fita de quando Ken veio abrir uma ala do hospital. Isso reforçou essa ideia de que esse cara, que fez coisas tão incríveis, era de Belfast. Foi inspirador.”

Poucas pessoas estão cientes de que Kenneth Branagh, aquele com o sotaque inglês afiado e refinado de Shakespeare, é na verdade um irlandês do Norte, nascido e criado. Mas em breve eles serão graças a Belfast, o próximo drama semi-autobiográfico de Branagh, que retrata uma típica família da classe trabalhadora em 1969, enquanto The Troubles se intensifica. Branagh, que se mudou para a Inglaterra aos nove anos de idade, descreveu-o como “seu filme mais pessoal”. Em uma virada poética, Jamie Dornan, cujo pai (Jim Dornan) idolatrava Branagh, agora atua como o próprio pai de Kenneth Branagh nas telas.

Tendo feito o teste anteriormente para Thor de Branagh (“Não para o próprio Thor, um dos outros meninos de Thor”, diz ele), Jamie descreve seu personagem, chamado ‘Pa’, como “um homem muito honesto e humilde que está apenas tentando fazer a coisa certa por sua família”. Como o verdadeiro pai de Branagh, Pa é carpinteiro e usa seus contatos na Inglaterra para ajudar a família a escapar do conflito.

Enquanto The Troubles inevitavelmente ofusca a história, a família leva um “estilo de vida bastante glamouroso para uma família da classe trabalhadora no norte de Belfast”, conta Jamie. “Muitas vezes, os personagens retratados naquela parte do mundo têm esse tipo de tristeza. Torna-se um pouco de ‘esteriótipo fotográfico da pobreza’. Olhando para o futuro, com as histórias que quero contar saindo daquela parte do país, quero escapar dessa ideia de que tudo é miséria e escuridão em casa. Não é assim que me lembro que era minha casa.”

Existem outras perspectivas que você está interessado em explorar. Durante o confinamento, Jamie co-escreveu um roteiro com o ator Conor MacNeill, nascido em Belfast, ambientado em sua cidade natal. “É uma história sobre a maturidade de uma menina de 17 anos”, explica ele. Embora não seja estritamente autobiográfico, “trata-se de tentar destacar as histórias da Irlanda do Norte através de uma lente ligeiramente diferente. Conte histórias que as pessoas não esperam dessa parte do mundo.” Ele espera filmá-lo no próximo ano.

Jamie parece mais confiante do que nunca em contar apenas as histórias que quer contar. Mesmo que, como foi o caso em Barb & Star Go To Vista Del Mar no ano passado, essas histórias envolvem cantar músicas de amor para uma gaivota. “É uma bomba, não é?” Jamie diz sobre Edgar’s Prayer, que se tornou um sucesso entre os fãs de comédia. “Meu sonho é que alguém faça uma versão remixada distorcida dessa música. Mas essa era a intenção, era divertido mostrar um lado diferente de mim que talvez as pessoas não esperassem.”

Fonte: Empire Magazine, edição de Outubro 2021.

error: Content is protected !!