Há mais de 08 anos sendo sua maior e melhor fonte sobre Jamie Dornan na América Latina
Jamie Dornan para a TV&Satellite: Perigo lá embaixo.
28
12
21
postado por JDBR

Jamie Dornan estrela um thriller ambientado na Austrália sobre um homem que perde a memória após uma perseguição de carro ameaçadora

Como você descreveria ‘O Homem’?

“Ele provavelmente tomou alguns caminhos errados para se encontrar na posição em que está por dentro e que as pessoas estão tentando matá-lo. As coisas que você ouve sobre ele são tão chocantes quanto a sombra de seu passado que se apodera dele.”

Qual foi a coisa mais desafiadora em interpretá-lo?

“Não ter todas as informações sobre as quais construir o personagem. Normalmente, nas primeiras páginas de um roteiro, você tem uma ideia de quem é essa pessoa, a vida que ela tem, sua família, seu trabalho, quais são suas intenções. Mas com isso, não há nada disso. Foi emocionante ter tudo isso revelado para mim, como será revelado para o público. Foi um grande atrativo.”

Como Helen e Lucy afetam sua busca?

“Ele não sabe nada sobre si mesmo, então fica desesperado e pensa: “O que sou? Onde estou? Como posso reconstruir porque estou no meio do interior?” O Homem precisa de respostas e ele vê algo nesses dois personagens que ele acha que pode ajudá-lo. Você tem uma afinidade instantânea com eles.”

Que pesquisa você poderia fazer para interpretar alguém com amnésia?

“Eu já lidei com amnésia antes (como o assassino em série Paul Spector em The Fall), mas esse personagem já estava estabelecido e eu queria que o público adivinhasse se ele estava manipulando a situação. Mas com isso, eu interpretei da forma mais honesta que pude. Tentei incorporar o que seria a realidade. O YouTube é seu melhor amigo como ator. Há muitas coisas sobre as pessoas que recuperam a memória e as reações são incríveis.”

A veia de humor negro da série atraiu você?

“Sim, quando comecei a atuar, eu só queria fazer comédia, mas depois interpretei um psicopata em The Fall. Então, eu me afastei da comédia e foi um longo e tortuoso caminho de volta. Os escritores, Jack e Harry Williams, costumam brincar com a tonalidade de uma maneira renovadora e a aprimoraram para isso. O turista funde mundos diferentes, não apenas drama e comédia. Às vezes é exagerado e irreal, e a comédia costuma ser encontrada nos lugares mais sombrios, quando as coisas mais sinistras acontecem dentro dessa história maluca.”

A sequência de abertura em que O Homem é perseguido por um caminhão é incrivelmente tensa. Como foi filmá-la?

“Em um grande e caro mundo de televisão, você deseja algo que chame a atenção das pessoas e, com sorte, abrir isso aconteça – seja divertido e empolgante. É uma homenagem ao duelo do filme de Steven Spielberg de 1972 – coloca você no meio dessa loucura e dessa bela paisagem. As acrobacias demoraram dias. Fiz tudo o que pude e eles deram-me muitas voltas, mas estou pronto para isso. Queríamos apenas torná-lo o mais dinâmico possível.”

O que você achou de trabalhar no interior?

Tive que lidar com o isolamento de estar dentro de casa. Estávamos há quatro horas fora de Adelaide, hospedados em uma pequena cidade sem muito mais que um bom pub com mesa de sinuca. Toda a filmagem foi desafiadora e filmar a sequência de abertura foi muito quente – australianos e irlandeses não estão alinhados quando se trata de temperatura!

Fonte: TV & Satellite ed. Dezembro.

error: Content is protected !!